Sala de Recurso Multifuncional

"Se uma criança não pode aprender da maneira que é ensinada, é melhor ensiná-la da maneira que ela pode aprender."

(MARION WELCHMANN)









terça-feira, 17 de novembro de 2009

Articulação 2009





PROJETO
“APOIO AOS ALUNOS COM DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM”


Professora Articuladora: Waldety Costa Tasso

Direção: Professor Luiz Garcia

Ano Letivo de 2009

Terra Nova do Norte - MT



JUSTIFICATIVA
A iniciativa da proposta deste projeto está embasada Segundo a Portaria 276/96, Art. 6º e Instrução Normativa 008/2007/GS/Seduc/MT em que trata a questão: PROFESSOR ARTICULADOR: quem é e qual é sua função? Sendo assim observamos que há um número significativo de crianças nas séries iniciais de escolarização que apresentam muitas dificuldades de aprendizagem. São crianças que estão condenadas ao fracasso antes mesmo que se esgotem todas as possibilidades didático-pedagógicas em alfabetizá-las.
Na sala de articulação o professor constantemente observa, incentiva, orienta, avalia e registra em ficha individual o desempenho do aluno dentro dos objetivos propostos, identificando se o aluno atingiu tais objetivos ou não. Aqueles que alcançaram os objetivos são dispensados das aulas de reforço. Os que ainda necessitam de auxílio em determinado conteúdo ou perante alguma dificuldade de aprendizagem continuam por mais um tempo, até suas dúvidas serem sanadas e suas dificuldades superadas.

O professor articulador planeja as aulas diariamente, com atividades diversificadas de acordo com a área de dificuldade apresentada pelo aluno, priorizando Português e Matemática. Ele também sempre incentiva a criação de hábitos de estudos, além de despertar o interesse da criança pela leitura e o pensamento lógico-matemático.

Entre outras, o professor facilitador tem como metas:
Desenvolver um processo de ensino diferenciado com o aluno para que ele alcance qualificação necessária a sua promoção ao término do ano letivo.
Criar novas estratégias e métodos para trabalhar conteúdos, para os quais os alunos apresentam dificuldades;
Orientar o aluno a identificar suas dificuldades para superá-las;
Permitir ao aluno compreender seu potencial;



METODOLOGIA



• Participação no processo de triagem dos alunos que freqüentarão o projeto.
• Elaboração do portifólio das atividades do Projeto, bimestralmente.
• Apresentação de relatórios das atividades realizadas.
• Elaboração de pesquisas e estudos para escolha das estratégias de operacionalização do conteúdo programático das séries iniciais do Ensino Fundamental adequando-os à Pedagogia de Projetos em sala de aula.
• Confecção de materiais pedagógicos.
• Reuniões com os pais e professores dos alunos envolvidos no projeto com o objetivo de relatar os progressos das crianças.
• Administração das aulas com alunos previamente selecionados, aulas com duração de duas horas/aulas ou quatro horas/aulas quando o aluno apresentar dificuldade de estar na escola, devido a distância do colégio ou uso do transporte escolar.
• Articuladamente com o professor regente e coordenador pedagógico, buscar estratégias que garantam a aprendizagem daqueles alunos que por motivos vários apresentam dificuldades ou defasagem em seu desenvolvimento escolar.

"Projeto na Íntegra, deixe seu recado em comentários"




Passo do Elefantinho



Olha o Passo do Elefantinho
Trio Esperança


Quando ele nasce já é forte
Mesmo grande é tão engraçadinho
É bom, traz sorte
Trate com carinho tudo aquilo
O fiozinho do seu cabelo
É bastante para coduzi-lo
Veja como ele é bonitinho
Olha o pêlo dele como brilha
Lá vai, na trilha
Olha o passo do elefantinho
No circo em festa
ou na floresta
ele é sempre o bicho mais bonzinho
Veja como ele é bonitinho
Olha o pêlo dele como brilha
Lá vai, na trilha
Olha o passo do elefantinho
No circo em festa
ou na floresta
ele é sempre o bicho mais bonzinho