Sala de Recurso Multifuncional

"Se uma criança não pode aprender da maneira que é ensinada, é melhor ensiná-la da maneira que ela pode aprender."

(MARION WELCHMANN)









quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Ficha Individual De Encaminhamento Do Aluno Para Sala De Recursos

ESTADO DE MATO GROSSO
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO
ASSESSORIA PEDAGÓGICA DE TERRA NOVA DO NORTE
ESCOLA ESTADUAL NORBERTO SCHWANTES
FICHA INDIVIDUAL DE ENCAMINHAMENTO DO ALUNO
PARA SALA DE RECURSOS

I – DADOS PESSOAIS DO (A) ALUNO (A):
Nome do (a) Aluno(a) _________________________________________________________
Data de Nascimento _______/________________/_________ Idade _____________
Naturalidade ________________________________________________________________
Endereço ___________________________________________________________________
Telefone ___________________________________________________________________
Nome dos Pais ______________________________________________________________
_______________________________________________________________
Com quem mora _____________________________________________________________

Ano Letivo: 2011 Fase:( ) Ciclo: ( ) Turma:______
Turno: Matutino ( ) ( )Vespertino ( )

Professora Sala Regular _______________________________________________________

Professora da Sala de Recurso: __________________________________________________

Esta ficha tem como objetivo colher dados preliminares sobre o aluno, que justifique seu encaminhamento a Sala de Recursos.Para que se possa fazer um bom estudo do aluno que você está encaminhando, é importante algumas informações, que só você,professor, que o acompanha no dia a dia escolar, pode fornecer.As questões que se seguem dizem respeito às áreas do desenvolvimento infantil a serem trabalhadas, com vistas ao progresso global dos alunos, na certeza de que:

1. A natureza das disfunções na aprendizagem deve ser considerada como conseqüência de inúmeros fatores, e não como a causa primeira do fracasso escolar.
2. A modificação do quadro de insucessos pode ocorrer em qualquer idade, e não apenas em crianças pequenas.
3. As estratégias de intervenção devem ser adequadas aos interesses e necessidades das crianças, evitando-se estímulos tão elementares que possam provocar desinteresse pelo aprender, reforçando-lhe, ao mesmo tempo auto-conceitos negativos.
4. As dificuldades na aprendizagem podem ser superadas quando os alunos são devidamente estimulados e aceitos.

II - MOTIVO DO ENCAMINHAMENTO

a) ( ) Baixo Rendimento Escolar
b) ( ) Problemas de Comportamento
c) ( ) Problemas Emocionais
d) ( ) Suspeita de Superdotação
e) ( ) Dificuldades Auditivas
f) ( ) Dificuldades Visuais
g) ( ) Dificuldades Motoras
h) ( ) Dificuldades de Linguagem
i) ( )Outra (s) _____________________________________________________________

A - Baixo rendimento escolar

1.0 - Quanto a psicomotricidade:

A Psicomotricidade é a integração das funções motrizes e mentais. Responde a uma dupla finalidade: assegurar o desenvolvimento intelectual da criança, levando em conta as suas possibilidades bem como ajudar sua afetividade e se expandir e se equilibrar.
A Educação Psicomotora é indispensável a toda criança, seja ela dita normal ou com problemas de aprendizagem. O desenvolvimento psicomotor abrange (6) itens didaticamente distintos:

1.1 - Esquema corporal, por meio do qual a criança toma consciência do seu corpo e das possibilidades de expressar–se por seu intermédio.

-O aluno:

( ) identifica partes do corpo
( ) identifica partes do corpo do outro
( ) diz a função das partes do corpo

1.2 - lateralidade traduz-se pelo estabelecimento da dominância lateral da mão, olho e pé, do mesmo lado do corpo.

- Ao escrever, recortar ou segurar qualquer objeto o aluno utiliza:

( ) mão direita ( ) mão esquerda

- Ao chutar, utiliza:
( ) pé direito ( ) pé esquerdo

- Ao escrever, o aluno, começa:
( ) pelo lado esquerdo ( ) pelo lado direito
( ) no meio ( ) no final

1.3 - Estruturação espacial, tomada de consciência, pela criança, da situação de seu próprio corpo no meio ambiente, ou seja, do lugar que ocupa e da orientação que pode ter em relação às pessoas e às coisas que a cercam.

- O aluno tem dificuldade distinguir:

( ) à frente/atrás ( ) perto/longe/ao lado
( ) para dentro/para fora ( ) último/primeiro
( ) acima/abaixo

1.4 - Orientação temporal, capacidade da criança se situar em função da sucessão, da duração e da periodicidade dos acontecimentos, bem como do caráter irreversível do tempo.

- O aluno tem dificuldade em distinguir:

( ) antes/depois ( ) hoje/ontem ( ) rápido/lento
( ) cedo/tarde ( ) dia/noite ( ) agora

1.5 - Tônus, postura e equilíbrio, constituem a capacidade da criança conquistar atitudes habituais cômodas e sustentáveis de serem mantidas com um mínimo de fadiga, sem desequilíbrio ou vícios de postura.

- O aluno

( ) anda mal em linha reta
( ) tem defeito de postura (cabeça baixa, ombros para frente, corcunda, etc.)
( ) deixa cair objetos que segura
( ) tem dificuldade para apanhar pequenos objetos usando polegar e o indicador
( ) apresenta constantes movimentos involuntários (tiques e cacoetes)
( ) apresenta desleixo ao sentar e/ou ao andar
( ) o traçado da letra é excessivamente forte
( ) escreve fora da linha
( ) ao recortar sai do contorno do desenho
( ) o traçado da letra é excessivamente fraco


1.6 - Pré-escrita, psicomotricidade fina ou coordenação dinâmica manual, constituiu a capacidade de coordenação óculo-manual necessária para a aprendizagem das letras e dos números, para o domínio dos gestos, dos movimentos delicados com as mãos e com os dedos, associando-os, primeiramente, com a motricidade ocular.

- O aluno apresenta dificuldade em:

( ) usar tesoura ( ) cobrir pontilhados
( ) dar laços ( ) enfiar
( ) empilhar objetos ( ) encaixar objetos
( ) copiar do quadro ( ) pintar
( ) desenhar ( ) recortar

• Coloque as intervenções feitas em sala de aula com relação aos itens anteriormente destacados:
______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


2.0 – QUANTO A COGNIÇÃO:

Entende-se por cognição o ato ou ação de conhecer ou de adquirir conhecimentos. Em todas as correntes que tentam explicar como a criança aprende e pensa, há um denominador comum: a aceitação de que se trata de fenômenos complexos, porque envolvem aspectos culturais e biopsicológicos. O desenvolvimento da área cognitiva pressupõe a estimulação da percepção, memória, atenção, raciocínio, conceituação, linguagem.

2.1- Percepção e discriminação, ato ou efeito de conhecer os objetos em suas qualidades ou relações. O fenômeno perceptivo implica em integração de estímulos e atribuição de significados aos mesmos, em interpretações pessoais acerca dos diferentes objetos.

2.12- Percepção visual

- O aluno tem dificuldade em discriminar:

( ) cores ( ) tamanhos ( ) quantidades
( ) formas ( ) direções ( ) semelhanças e diferenças
( ) tamanhos (grande, pequeno, maior, menor)

2.3 – Percepção Auditiva:

O aluno apresenta dificuldade em:

( ) distinguir sons vocais e não vocais ( ) reproduzir sons
( ) localizar a fonte sonora _________________________________________

2.4 - Percepção gustativa

- O aluno consegue reconhecer sabores doces, amargos, azedos, salgados?

( ) sim ( ) não ________________________________

2.5 - Percepção olfativa

O aluno consegue discriminar odores?

( ) sim ( ) não ________________________________

2.6 - Percepção tátil

- O aluno consegue através de o tato distinguir:
(Coloque S para Sim e N para Não)

( ) objetos ( ) formas ( ) tamanhos ( ) posição
( ) quantidades ( ) temperaturas ( ) texturas


3.0 - Memória é a capacidade de registrar, fixar e recortar estímulos visuais, auditivos e táteis, sejam estáticos ou cinéticos.


3.1 - Memória visual

- O aluno apresenta dificuldade em:

( ) compreender os estímulos visuais
( ) reter e evocar nomes de lugares, pessoas, objetos, figuras, frases, números
( ) reproduzir situações ocorridas (em filmes, TV, situações reais)
( ) reproduzir desenhos

3.2 - Memória auditiva

- O aluno é capaz de reter e evocar sons:
(S para Sim N para Não)

( ) onomatopaicos ( ) ordens verbais ( ) letras de música
( ) notícias ( ) histórias ( ) trecho lido
( ) frases


3.3 - Memória visomotora

- O aluno é capaz de: (S para Sim N para Não)

( ) reproduzir desenhos ou dobraduras, segundo modelos anteriormente vistos
( ) reproduzir movimentos com o corpo, após demonstração (dança, exercícios corporais)
( ) imitar situações da vida diária (ir às compras, à escola, à festas, à escola)

4.0 - A atenção constitui-se no modo como a mente seleciona e fixa determinados estímulos por um período de tempo variável, segundo a motivação, fadiga do sujeito.

- O aluno: (S para Sim N para Não)

( ) controla a atenção
( ) é dispersivo
( ) é desatento, olhar distante

5.0 - Raciocínio, processo subjetivo, não visível, manifesta-se oralmente ou por escrito, evidenciando o modo como o pensamento se organiza; são formas de pensar graças às quais se procuram resolver problemas: coletando dados, levantando hipóteses, selecionando a melhor e testando-a.

- O aluno apresenta dificuldade em:

( ) resolver problemas simples
( ) resolver problemas complexos
( ) explicar uma situação
( ) realizar tarefas definidas
( ) tirar conclusões lógicas de determinadas situações
( ) fazer críticas

6.0 - Conceituação é a capacidade de organizar ou classificar objetos através da abstração de suas características gerais, o que permite a representação dos mesmos, pelo pensamento. Conceituar significa, classificar objetos segundo critérios como: sua natureza (animais, flores,... ), o material de que são feitos (madeira, vidro...), sua utilidade (mobiliário, vestuário,...) ou outras propriedades, isoladas ou combinadas.

- O aluno apresenta dificuldades em classificar os objetos quanto:

( ) cor ( ) forma ( ) natureza ( ) tamanho
( ) posição ( ) quantidade ( ) utilidade
( ) tipo de material que o constitui


7.0 - Linguagem é todo o sistema de signos que serva como o meio de comunicação entre indivíduos e que pode ser percebido pelos órgãos dos sentidos. Na aprendizagem da linguagem, devem ser considerados os níveis de maturação, as experiências anteriores, a motivação, as diferenças individuais e a socialização das crianças.

- Dificuldades apresentadas pelo aluno quanto a Fala:

( ) omite fonemas
( ) fala de forma incompreensível
( ) apresenta gagueira
( ) apresenta vocabulário aquém de sua idade
( ) fala muito rapidamente (sem clareza)
___________________________________________________________________________


- Dificuldades apresentadas pelo aluno quanto a Leitura:

( ) identificar as vogais ( ) unir vogais
( ) troca letras ( ) ler palavras simples
( ) fazer leitura interpretativa ( ) respeitar pontuação
( ) inventar palavras ( ) saltar linha
( ) omitir fonemas ( ) trocar fonemas
( ) inverter fonemas ( )aproximar o rosto do texto
( ) lê soletrando palavras, frases ou textos
( ) mexe os lábios ao fazer leitura silenciosa
( ) não lê

- Dificuldades apresentadas pelo aluno quanto a Escrita:

( ) escrever sobre a linha
( ) omite letras ou palavras
( ) acrescenta letras
( ) substitui letras visualmente semelhantes (ex: u/v, e/l )
( ) troca letras auditivamente semelhantes ( ex: pato/bato)
( ) identifica letras de orientação simétrica: p/d, n/u
( ) tremor no traçado
( ) direção do traçado
( ) escrita ilegível
( ) inconstância no tamanho da letra
( ) grafia ilegível
( ) muita força muscular ao escrever
( ) pouca força muscular ao escrever
( ) dificuldade motora ao escrever
( ) identificar vogais
( ) unir vogais
( ) copiar palavras ou textos do quadro ou de livros
( )outros _________________________________________________________________

B - PROBLEMAS DE COMPORTAMENTO

- O aluno apresenta problemas de comportamentos relativos a:

a) Indisciplina
( ) sempre ( ) quase sempre ( ) às vezes

Em que situações?

( ) quando a tarefa é difícil
( ) quando a tarefa é oral
( ) quando vem aborrecido de casa
( ) quando alguém o agride
( ) quando agride alguém
( ) outros ______________________________________________________________________________________________________________________________________________________

b) Com freqüência

( ) sim ( ) Não

Em caso positivo a que você atribui a sua freqüência?________________________________
___________________________________________________________________________

c) Conduta inadequada

( ) agressividade
( ) mentira
( ) furto
( ) exibicionismo
( ) apatia
( ) inquietação
( ) egoísmo
( ) excessiva preocupação com a sexualidade
( ) hiperativo
( ) rói unhas
( ) é birrenta
( ) chupa o dedo
( ) é retraída, sonhadora
( ) apresenta tiques, quais? ______________________________________________________________________________________________________________________________________________________
( ) outros?_________________________________________________________________
C. PROBLEMAS EMOCIONAIS

- O aluno apresenta comportamento que podem ser caracterizados como problemas emocionais, como:

( ) carência afetiva
( ) choro fácil
( ) riso imotivado freqüente
( ) fala excessivamente sobre suas dificuldades
( ) insegurança
( ) timidez excessiva
( ) isolamento
( ) outro. Quais: ___________________________________________________






D. ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO

Altas habilidades/Superdotação, referem-se aos comportamentos observados e/ou relatos que confirmam a expressão de “traços consistentemente superiores” em relação a uma média (por exemplo: idade, produção, ou série escolar) em qualquer campo do saber ou do fazer.

- O aluno vem se destacando em um ou mais dos seguintes aspectos:

( ) Intelectual - apresenta flexibilidade; de independência de fluência de pensamento; rapidez e facilidade de aprendizagem; capacidade de pensamento abstrato para analisar; associar; avaliar; maturidade de julgamento; elevada compreensão e memória; capacidade para resolver problemas; poder excepcional de observação; fluência verbal.

( ) Acadêmico – capacidade de atenção; memória; interesse e motivação pelas tarefas acadêmicas; velocidade e precisão percentuais; habilidade para avaliar; sintetizar e organizar o conhecimento; destaca-se pelas habilidades especiais em Matemática; Informática; Línguas e outras áreas; dispõe de grande quantidade de informação na área que lhe é peculiar; desempenho excepcional na Escola.

( ) Criativo – capacidade de encontrar soluções diferentes e inovadoras; facilidade de auto- expressão; fluência; originalidade e flexibilidade; mais fantasia; interesse precoce por atividades intelectuais; curiosidade; desejo de melhorar as ordens e os sistemas geralmente aceitos; originalidade; estabelece com rapidez relações de causa e efeito.

( ) Psicomotricinestésico – que se destaca por sua habilidade e interesse por atividades físicas e psicomotoras, agilidade, força e resistência, controle e coordenação motora;

( ) Tratamento especial – para uma ou mais das seguintes áreas: Artes plástica; Comunicação; Relacionamento Humano; Música; etc...


E. DIFICULDADES AUDITIVAS

- O aluno apresenta dificuldades em:
( 1 ) perceber sons
( 2 ) reconhecer sons
( 3 ) discriminar sons

( ) ( ) ( ) ambientais
( ) ( ) ( ) instrumentais
( ) ( ) ( ) articulados (voz humana)

( ) O aluno está sempre a exigir que o professor repita o que disse
( ) Apresenta dor ou supuração de ouvido
( ) Não atende quando solicitado
( ) Não reage a sons pouco intensos, fora do seu campo visual

F. DIFICULDADES VISUAIS

- O aluno apresenta:

( ) irritação crônica nos olhos (olhos lacrimejantes, pálpebras avermelhadas, inchadas ou remelosas)
( ) náuseas, dupla visão ou névoas durante ou após a leitura
( ) tentativas de afastar com as mãos os impedimentos visuais
( ) pestaneja, pestanejamento constante, principalmente durante a leitura
( ) hábito de esfregar os olhos, franzir ou contrair o rosto ao olhar objetos distantes
( ) inquietação, irritabilidade ou nervosismo excessivos de um prolongado e atento trabalho visual.
( ) inclinação de cabeça para um lado durante a leitura
( ) cautela excessiva no andar, correr raramente e tropeçar sem razão aparente
( ) desatenção anormal durante trabalhos no quadro-de-giz, mapas de paredes, etc.
( ) capacidade de leitura por apenas um período curto
( ) hábito de, durante a leitura, segurar o livro muito perto, muito distante, em outra posição incomum, ou ainda, fechar ou tampar um olho.

III. RELACIONAMENTO DO PROFESSOR COM O ALUNO:

- Descreva o relacionamento do seu aluno com você e demais pessoas da escola
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

- Descreva alguns pontos positivos de seu aluno
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

- Outras observações que deseja abordar sobre o seu aluno
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Assinaturas

Professor da Sala Regular:
Professor da Sala de Recurso:
Coordenação Pedagógica:
Direção:

Data: _______/_______/________

Esta ficha deve ser adaptada a cada ano, visando sempre um melhor aproveitamento.
Aos colegas que copiarem este material, favor dar as devidas referências.
Deixem seu comentário.

ABRAÇOS PEDAGÓGICOS