Sala de Recurso Multifuncional

"Se uma criança não pode aprender da maneira que é ensinada, é melhor ensiná-la da maneira que ela pode aprender."

(MARION WELCHMANN)









segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Projeto: "Dengue? Não"





• DURAÇÃO: Primeiro bimestre
• INÍCIO: ANO: 2008.
JUSTIFICATIVA:

Tendo em vista o grande número de pessoas infectadas pelo vírus da Dengue e apesar da grande campanha realizada pelos meios de comunicação e pelo trabalho dos agentes de saúde do Município, incansáveis no combate a essa praga que assola os nossos dias é indispensável a concientrização de nosso aluno na escola e o mesmo bem informado, orientará em suas casas e comunidade.

OBJETIVOS:

• Esclarecer os alunos e a comunidade sobre os verdadeiros problemas causados pela dengue.
• Conscientizar a comunidade escolar e familiar de sua responsabilidade no combate e prevenção ao mosquito Aedes Egypti;
• Despertar no aluno o espírito combativo frente ao problema da dengue;
• Incentivar no aluno a participação coletiva como força de trabalho na fiscalização, prevenção e combate ao mosquito Aedes Egypti.

PROBLEMATIZAÇÃO:

Como conscientizar os alunos sobre suas responsabilidades em relação ao combate e prevenção ao mosquito Aedes Egypti?

DESENVOLVIMENTO:

Trabalhar em sala junto aos alunos, na produção de textos, murais, cartazes, maquetes, faixas, jograis, paródias, passeatas, dramatização, palestras pelos agentes de saúde, visitas as casas ao redor do prédio do colégio.

ESTRATÉGIAS:

• Palestras;
• Confecção de cartazes;
• Músicas;
• Reportagens;
• Dramatização;

RECURSOS UTILIZADOS:

Textos informativos, jornais, revistas, vídeos, sucata, passeatas, paródias, dramatização, poesias e versos.

AVALIAÇÃO

A avaliação ocorrerá durante a execução das atividades propostas, através da observação da participação, interesse e aprendizado coletivo.


Paródia sobre a dengue
É uma música para ser cantada com as crianças e fazer gestos simbólicos.

Ritmo- Pelados em Santos (Mamonas Assassinas)

“Dengue você não está com nada
Seus criadouros são muitos
Nós iremos lutar!
Você não vai agüentar

Muita coisa aprendi
E irei divulgar
Pra que muitos saibam
Como te exterminar
Pois você é um mosquito/
Muito intrometido,
Deixou muitos doentes, mas não lutamos sozinhos.

A gente é caçador ... ai, ai, ai!
Nos pneus você não pode ficar
Nesse .... ai, ai, ai!
Nem nos vasos você não vai se instalar
A gente... ai, ai, ai!
Porque nós, de hoje em diante não vamos deixar.

Porque a saúde é linda
Muito mais do que linda
Viva a saúde!
“Viva, então”

Música original
Mina

Seus cabelos é "da hora",
Seu corpo é um violão,
Meu docinho de coco,
Tá me deixando louco.

Minha Brasília amarela
Tá de portas abertas,
Pra mode a gente se amar,
Pelados em Santos.

Pois você minha "Pitchula",
Me deixa legalzão,
Não me sinto sozinho,
Você é meu chuchuzinho!

Music is very good! (Oxente ai, ai, ai!)

Mas comigo ela não quer se casar,
Na Brasília amarela com roda gaúcha, ela não quer entrar.
Feijão com jabá, a desgraçada não quer compartilhar.

Mas ela é linda,
Muito mais do que linda,
Very, very beautiful!
Você me deixa doidão!!!
Meu docinho de coco!
Music is very porreta! (Oxente Paraguai!)

Pro Paraguai ela não quis viajar,
Comprei um Reebok e uma calça Fiorucci, ela não quer usar.
Eu não sei o que faço pra essa mulher eu conquistar.

Por que ela é linda,
Muito mais do que linda,
Very, very beautiful!
Você me deixa doidão!!!
Meu chuchuzinho!









Um comentário: